Você está aqui
Home > Outras categorias > BR de Turismo: Myasava aposta em atividades extras no intervalo das etapas

BR de Turismo: Myasava aposta em atividades extras no intervalo das etapas

Foto: Claudinei Zonta
Foto: Claudinei Zonta

O cascavelense Gustavo Myasava, da equipe J.Star Racing, que estreou no Campeonato Brasileiro de Turismo no ano passado, optou em fazer a temporada completa em 2015, deixando as competições no exterior de fórmula. O piloto não quer perder o ritmo e procura duas vezes por semana andar de kart, alternando com ciclismo. Desta vez a distância entre a etapa do Velopark e Curitiba será de um mês, a terceira etapa está marcada para o dia 31 de maio.

Além dos treinos sobre rodas (kart e bicicleta) Gustavo procura condicionamento físico três vezes por semana com personal trainer. A ideia é sempre forçar o corpo além de uma situação de prova para gerar as adaptações necessárias – a chamada resistência aeróbica – e se assegurar de que não faltará fôlego durante as corridas, o que prejudicaria a concentração e faria o piloto render menos.

“Também é feito um fortalecimento geral da musculatura como um meio de prevenção de lesões. Até hoje não tive condições de trabalhar na parte nutricional, pois tinha muitas viagens ao exterior que acabavam comprometendo qualquer dieta alimentar”, conta.

A prática esportiva é comum da família Myasava. “Não pratico outro esporte sem ser o kart, mas costumo caminhar ao redor do Lago Municipal de Cascavel com 4.200 metros, juntamente com minha mãe. Tudo isso ajuda na performance durante os treinos e corridas”, enfatiza o piloto que comanda o bólido de número 69.

Outra atividade que o piloto curte bastante é a música. “Adoro ouvir música, mas não tenho aptidão para tocar qualquer instrumento musical”, comenta.

Além disso, Gustavo precisa conciliar a agenda de competições com a Universidade. “É a parte mais difícil, as matérias das aulas consigo copiar dos colegas quando possível, alguns me ajudam mandando via internet as cópias dos cadernos, mas a faculdade disponibiliza os conteúdos no site, razão pela qual sou obrigado a levar os meus livros e cadernos juntos, mas a falta de presença faz muita diferença nas provas”, disse.

Deixe uma resposta

Top