Você está aqui
Home > Outras categorias > Em dia de honrar Senna, Fittipaldi e Barrichello prestigiam SKB Paulista

Em dia de honrar Senna, Fittipaldi e Barrichello prestigiam SKB Paulista

Foto: Bruno Terena
Foto: Bruno Terena

A sexta-feira de 1° de maio no Kartódromo Ayrton Senna foi bastante especial para relembrar a história do automobilismo e do kartismo brasileiros. Neste final de semana, a mais tradicional pista paulista recebe a terceira edição do SKB Paulista em 2015 e a 17ª da história.

A jornada de treinos livres contou com a presença do bicampeão mundial de F-1 Emerson Fittipaldi, que vem acompanhando os primeiros passos do filho Emmo na categoria Cadete. Além dele, Rubens Barrichello também foi a Interlagos e não apenas incentivou os filhos Eduardo e Fernando, como também treinou com o kart #111 da classe Shifter.

Para Emerson o sentimento de voltar ao Kartódromo de Interlagos é muito especial. “É a primeira vez que o Emmo vai correr aqui. No final dos anos 60 eu estava na inauguração, ganhei naquela oportunidade e fui campeão brasileiro naquele ano. Depois ganhei outro título brasileiro de kart e fui correr no exterior. Aqui é um kartódromo com muita história”, afirma Fittipaldi.

Emmo, filho mais novo de Emerson, iniciou no kart em 2014 e venceu sua primeira corrida oficial neste ano. Exatamente no dia em que são lembrados os 21 anos do legado de Ayrton Senna, o garoto fez sua estreia em treinos oficiais no Shell SKB Paulista. Com 8 anos, Emmo disputará as baterias da Cadete no sábado e no domingo.

“Fico feliz do Emmo estar no primeiro treino oficial em Interlagos numa data especial como essa da comemoração dos 21 anos do legado do Ayrton. É a primeira vez que eu venho no SKB e a impressão que ficou do dia de hoje foi muito boa. É um campeonato muito competitivo. O kartódromo ficou espetacular depois da reforma, principalmente pelo que vimos hoje do asfalto”, completa Emerson.

Outra família que está bem representada no Shell SKB Paulista é a família Barrichello. Nesta sexta-feira Rubens Barrichello treinou na categoria Shifter, assim como seus filhos Dudu e Fefo, que correm nas categorias Junior e Cadete, respectivamente. A geração mais recente já participou das outras edições do SKB nesta temporada, mas corre pela primeira vez no traçado anti-horário do kartódromo.

O ídolo Ayrton Senna foi homenageado hoje por dois campeões do Super Kart Brasil, Yurik Carvalho, campeão da edição passada na Graduados, e Gianluca Petecof, da Junior, usaram no treino uma réplica do capacete do tricampeão mundial de F-1. Além disso, um capacete original, usado pelo piloto na célebre corrida de kart de Bercy em 1993, foi exposto pelo Instituto Ayrton Senna na pista hoje. Por fim, Senna terá o nome gravado em todos os troféus desta edição do SKB.

O piloto, no entanto, não é o único lembrado pelos mais de cem competidores inscritos para este final de semana. Há outro movimento de agradecimento à memória um dos principais desenvolvedores de motores do kartismo brasileiro, falecido na semana passada.

Lucio Pascoal Gascon, conhecido como Tchê, trabalhou com Ayrton Senna no ano da conquista seu primeiro Campeonato Paulista de Kart, em 1974. Atuou também com inúmeros grandes pilotos do Brasil como o próprio Emerson Fittipaldi e Nelson Piquet. Tchê tinha uma oficina nas redondezas de Interlagos e trabalhou com o kartismo até os seus 78 anos.

Pelos serviços prestados ao kartismo e no desenvolvimentos de talentos para o automobilismo, muitos dos karts que estão sendo usados pelos pilotos neste final de semana receberam um adesivo com a inscrição “Tchê Sempre”, com as cores da bandeira espanhola e também brasileira, já que o espanhol se mudou para o Brasil em 1960, antes de ser considerado uma das figuras mais respeitadas do kart no País.

Deixe uma resposta

Top