Você está aqui
Home > Destaques > F-E: Di Grassi faz última parada antes do e-Prix do Uruguai

F-E: Di Grassi faz última parada antes do e-Prix do Uruguai

Foto: Christian Castanho
Foto: Christian Castanho

Lucas di Grassi faz uma rápida parada no Brasil neste início de semana antes de partir para o Uruguai, onde defenderá a liderança da Fórmula E na terceira etapa do campeonato, no balneário de Punta del Este. O piloto da Audi também no Mundial de Endurance recebeu cerca de 40 jornalistas para uma entrevista coletiva, realizada no Audi Lounge, em São Paulo.

O piloto respondeu às perguntas com seu costumeiro conhecimento técnico e com muita didática, falando sobre as novidades do Audi R18 com o qual, de contrato renovado a longo prazo, disputará a temporada 2016 do Mundial de Endurance (FIA WEC), para depois falar também sobre o desafio do final de semana na pista de 2.875 metros localizada beira-mar em Punta del Este.

Corrida que ele considera a sua prova “caseira” da temporada, já que a categoria dos carros elétricos ainda não corre no Brasil. “Como não corremos aqui, a corrida de Punta del Este é efetivamente a minha corrida de casa, e pela qual espero ansiosamente – pela proximidade do Brasil, pelo fato de meus amigos poderem me ver e também pelo entusiasmo que os sul-americanos têm pelo automobilismo”, disse.

Do ponto de vista esportivo, o vencedor do e-Prix de Putrajaya, etapa anterior, disse que os objetivos permanecem inalterados. “Vencer a corrida e lutar pelo título. E isso só é possível quando estamos perfeitamente preparados e 100% focados no dia da corrida”, continuou.

“Não temos ainda o melhor desempenho. Nosso adversário direto fez um investimento gigantesco, usando know-how de Fórmula 1, então estamos trabalhando duro diariamente, e a vitória na Malásia foi resultado de todo o trabalho da equipe. Ganhamos, mas não foi ainda pelo melhor desempenho; foi, sim, pelo trabalho de todos no time”, apontou.

Di Grassi chegou ao Brasil no último domingo, vindo dos Estados Unidos, onde testou o novo Audi R18 com o qual competirá no próximo ano e tentará a inédita vitória brasileira no geral das 24 Horas de Le Mans. Entre as principais mudanças, a posição de pilotagem, a aerodinâmica mais elevada e refinada, e a classe energética – a Audi saltou dos quatro para os seis megajoules.

“O carro é completamente novo. Não tem uma peça do carro anterior. E os testes foram feitos em Sebring porque a pista é bem antiga, mistura asfalto e concreto, com trechos de um antigo aeroporto. Então é uma superfície bem ondulada, o que a torna muito exigente para todo o conjunto mecânico. Já sabemos que o carro tem potencial; os números mostraram isso antes mesmo de irmos para a pista com ele. Agora é reunir as informações coletadas e trabalhar no ajuste. O quanto melhoramos, só vamos saber na primeira corrida do ano, na Inglaterra”, afirmou.

No próximo sábado (19), o e-Prix de Punta del Este acontece às 16 horas, com transmissão ao vivo pelo Fox Sports.

Deixe uma resposta

Top