Você está aqui
Home > Outras categorias > Blancpain Endurance Series: Equipe brasileira está animada para a emblemática 24h de Spa

Blancpain Endurance Series: Equipe brasileira está animada para a emblemática 24h de Spa

Foto: Tony Hermann
Foto: Tony Hermann

A corrida mais importante do calendário do Blancpain Endurance Series acontece neste fim de semana (dias 25 e 26) no famoso circuito de Spa-Francorchamps, um dos templos do automobilismo mundial. Na equipe BMW Team Brasil o clima é de motivação, ansiedade e otimismo para essa disputa tão especial na temporada 2015. A prova será um marco para o elenco brasileiro, que participará pela primeira vez da prova.

E apesar das 24h de SPA, nas famosas curvas Raidillon e Eau Rouge, ser novidade para os pilotos do BMW Team Brasil, o circuito já é um velho conhecido de Antonio Hermann, o Team Principal do elenco brasileiro. As boas lembranças na pista de SPA se devem à vitória de Hermann no ano de 1994, conquistada na categoria N. E o fato é uma motivação a mais para todos no elenco.

Cacá Bueno destaca que o objetivo é chegar no top-5, o que seria um grande resultado para a equipe nesta primeira participação nas 24h de SPA.

“Eu nunca andei lá. Meu primeiro contato, de fato com a pista, será durante a etapa, mas é um circuito fantástico, muito famoso e conhecido, então todo mundo meio que sabe como é. Acredito que nosso carro (o BMW Z4) vai andar relativamente bem, pois acho que é uma pista mais favorável pra gente. Mas, em uma prova de 24h o importante não é só ser rápido. É um conjunto de coisas. Tem a classificação, a parte estratégica que é fundamental e talvez o mais importante seja passar pelas 24h sem problemas, sem inconvenientes para terminar a corrida, que sem dúvida é a mais difícil, desgastante e especial da temporada. Estou animado, mas não vejo a gente como favoritos. Mas, sem dúvida, somos uma das equipes protagonistas do campeonato. Acredito que temos condição de chegar no top-10, e nossa meta é o top-5, o que seria um grande resultado para a nossa primeira participação”, analisa o carioca, que em 2001 participou de uma corrida de 84 horas de duração na Argentina.

Sérgio Jimenez comenta sobre as expectativas e a preparação para a prova mais importante no calendário. “Eu já conheço a pista e é uma das mais legais que já pilotei. Mas, sabemos que será uma corrida difícil. Porém, nos surpreendemos positivamente em Paul Ricard, onde crescemos bem durante a corrida. Também estivemos no dia do teste em SPA, conseguimos evoluir no acerto do carro e verificar pontos que devemos melhorar. Em SPA, temos que conseguir classificar pra frente, pra evitar problemas. E, o principal é não termos quebras e batidas. Se não acontecer, acredito que teremos boas chances de terminar bem a corrida”, observa.

O paulista de Piedade ainda analisa as longas horas de disputas e fala que foi preciso uma revisão completa no carro e a troca de algumas peças. “É uma prova longa que para nós não dura somente as 24 horas. Tudo começa na terça e o cansaço vem junto. Se dividirmos o período pelos três pilotos, dará oito horas pra cada. É bastante coisa. Vamos estudar qual é a melhor divisão pra nós. A equipe está fazendo uma preparação intensa na sede em Portugal pra deixar o carro praticamente zerado. Foram trocadas várias peças por segurança e pra não ter quebra”, diz Jimenez de 31 anos, que fará sua primeira prova com 24 horas de duração.

O caçula do elenco, Felipe Fraga revela-se ansioso para a disputa e acredita que será uma grande desafio para o time verde e amarelo.

“Já corri nesta pista por duas vezes em outras categorias, e sempre tive bons resultados. É uma pista famosa por causa da Fórmula 1, e tem uma das curvas mais conhecidas do automobilismo, a Eau Rouge, onde todo mundo quer correr. Estou ansioso, nunca fiz uma prova tão longa. O máximo que fiz foram 12h de kart, mas é diferente. Acho que uma corrida de 24h exige muito mais. É cansativa, e até por causa disso, trocamos o banco do carro para que fique um pouco mais confortável para nós. Apesar de longa, acredito que deve ser bem recompensador concluir com um bom resultado. Será um desafio para todos, pois não estamos acostumados com provas tão longas, mas estamos animados. O Sérgio testou lá e apesar do resultado não ter sido tão positivo, ficamos animados que uma BMW andou na frente e acho que teremos boas chances de brigar por boas posições”, comenta o tocantinense de 20 anos.

Deixe uma resposta

Top