Você está aqui
Home > Destaques > Equipe Acelera Siriema aprovou o circuito veloz da 1ª etapa do Brasileiro de Rally de Velocidade

Equipe Acelera Siriema aprovou o circuito veloz da 1ª etapa do Brasileiro de Rally de Velocidade

Foto: Edson Castro
Foto: Edson Castro

A chuva forte da noite anterior em Estação, cidade localizada a cerca de 400 quilômetros de Porto Alegre (RS), deixou o piso liso e aumentou o desafio dos competidores, neste último sábado (19), para a abertura do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade. As duplas tiveram de percorrer 100 quilômetros de trechos cronometrados, divididos em três Especiais distintas, ou seja, foram nove trechos para acelerar contra o relógio. Luiz Facco e Humberto Ribeiro, da Equipe Acelera Siriema, disputaram a etapa pela categoria RC2, a bordo do Peugeot 207 XRC, não fosse literalmente uma pedra no caminho da dupla, durante a quinta Especial, o resultado final teria sido diferente.

Que as médias de velocidade seriam altas no circuito veloz de Estação, não seria novidade, mas a chuva modificou parte do traçado da prova, sobretudo nas primeiras Especiais do dia, e a pilotagem e técnicas foram mais exigidas. “Foi uma prova boa, legal de se andar, com Especiais muito rápidas. As três primeiras foram de adaptação do Humberto que estreou no Velocidade e também da nossa adaptação à trilha, por causa da chuva. E depois tomamos um ritmo melhor de prova”, conta Facco. “Mas durante a quinta Especial uma pedra arrancou toda a suspensão e mudou nossa rota no rali. A equipe fez a manutenção e largamos novamente, mas na oitava Especial, por conta do estrago, o carro estava meio estranho e acabou quebrando a caixa de transferência e acabou a prova para nós. Mas valeu a participação, valeu pelo que andamos e esperamos agora em Erechim ter mais sorte”, explica o piloto tetracampeão Paulista de Rally de Velocidade.

Ribeiro, que forma dupla com Facco no Rally Cross Country, aprovou sua primeira experiência no Rally de Velocidade. “A prova foi interessante e o público da cidade é apaixonado por rali e nos recebeu muito bem. As primeiras Especiais serviram para eu me adaptar e achei até que peguei o ritmo mais rápido do que imaginava. A técnica é diferente do Cross Country, tudo é muito veloz e não permite vacilo, mas gostei bastante. Infelizmente não completamos a prova mas em Erechim estaremos de volta”, avisa o navegador.

Participaram desta primeira etapa 31 duplas, divididas em seis categorias: RC2, RC3, RC4, RC5, RCR e RCC. A dupla vencedora na categoria RC2 foi Ulisses Bertoldo/A. Soares. Próximo desafio de Facco e Ribeiro será em 23 de maio, no tradicional Rally Internacional de Erechim, também no Rio Grande do Sul, que será válido pela segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade.

Deixe uma resposta

Top