Você está aqui
Home > Outras categorias > Equipe MS Rally: “Vencer o Rally dos Sertões é um sonho a ser realizado”

Equipe MS Rally: “Vencer o Rally dos Sertões é um sonho a ser realizado”

Foto: Gustavo Epifanio
Foto: Gustavo Epifanio

A disputa do 23º Rally dos Sertões começa em Goiânia, GO, onde os participantes estarão em concentração a partir do dia 29 de julho para uma prova de 2.917 quilômetros, sendo 1.487 quilômetros de trechos cronometrados. Serão sete etapas com pernoites em Rio Verde (GO), Itumbiara (GO), São Simão (GO), Três Lagoas (MS), Euclides da Cunha Paulista (SP) e Umuarama (PR), até alcançar o ponto final, o município de Foz do Iguaçu, PR, no dia 08 de agosto.

No dia 01, o prólogo – que definirá a ordem de largada para a primeira etapa – começará às 11h30 no Autódromo Internacional de Goiânia. A tomada de tempo é aberta ao público gratuitamente.

Estão inscritos 183 competidores, divididos nas categorias Motos, Quadriciclos, UTVs e Carros. A equipe MS Rally – do piloto Mauro Guedes e do navegador Neurivan Calado – estará por mais um ano na competição, só que desta vez, a bordo de uma Mitsubishi Triton SR, pela categoria Protótipos (carros).

“Vencer o Rally dos Sertões é um sonho a ser realizado”, salientou Guedes.”Porém, estamos falando de rali no qual temos que superar, e com mérito, diversos tipos de fatores, tais como: obstáculos naturais do caminho, o carro não pode apresentar nenhum tipo de defeito (principalmente quebras), temos que manter a nossa resistência física e equilíbrio emocional. Ou seja, não basta acelerar… É preciso que tudo isso dê certo para alcançarmos o título tão almejado”, explicou.

O Rally dos Sertões 2015 terá um roteiro com características e cenários bem variados. E não poderia ser diferente… Entre o Centro Oeste e o Sul do País, as paisagens se diversificam muito, o que tem instigado os off-roaders que percorrerão um roteiro inédito. “Os tipos de obstáculos não tendem a mudar, mas sim, o nível de dificuldade deles, como por exemplo, situações de piso arenoso… No Jalapão, TO, é de um jeito, e no Mato Grosso, deve ser de outro bem diferente”, disse Neurivan.

“Esse ano o trajeto será novidade, por isso, temos que estar preparados para tudo. Sabemos dos obstáculos que teremos pela frente, mas não o que eles nos reservam. Acredito que esta edição do Sertões será surpreendente”, completou.

Deixe uma resposta

Top