Você está aqui
Home > Outras categorias > Euroformula Open: Baptista lidera campeonato e briga pelo título em Monza e Barcelona

Euroformula Open: Baptista lidera campeonato e briga pelo título em Monza e Barcelona

Foto: Fotospeedy
Foto: Fotospeedy

Após conquistar o título na F-3 Brasil Light em 2014, seu ano de estreia em monopostos e de forma arrasadora (13 vitórias em 16 provas), o paulista Vitor Baptista, de 17 anos, não poderia imaginar uma temporada melhor este ano em sua estreia no automobilismo europeu. Correndo pela equipe italiana RP Motorsport no Euroformula Open (Fórmula 3), o brasileiro lidera o campeonato a duas rodadas duplas do final da competição e se prepara para a penúltima etapa nos dias 3 e 4 de outubro, em Monza (Ita).

O balanço é altamente positivo. Já são 10 pódios em 12 provas disputadas até aqui, sendo cinco vitórias (Paul Ricard/Fra, Estoril/Por, Red Bull Ring/Aus e a rodada dupla em Spa/Bel), três segundos lugares e dois terceiros, nas principais pistas do automobilismo mundial, que recebem também a Fórmula 1. Além disso, Baptista ainda tem cinco poles e cinco melhores voltas.

Dos jovens pilotos brasileiros que estão na Europa atualmente, ele é o melhor em 2015 em termos de pontuação e performance em seu primeiro ano numa competição no velho continente. O piloto vem mostrando talento nas principais pistas do automobilismo mundial e ganhando, mesmo andando pela primeira vez nelas, o que tem chamado a atenção da mídia e equipes na Europa.

Com média de 18 carros por etapa, a disputa tem sido acirrada na Euroformula Open. Baptista lidera com apenas quatro pontos de vantagem para o russo Konstantin Tereschenko.

“Esta temporada na Europa tem sido muito boa e não só eu, mas acho que minha família e todo mundo que está apoiando, ficou surpreso pelos resultados terem vindo tão rápido. Apesar da gente ter se programado e treinado bastante no ano passado aqui no Brasil, não esperava esses resultados logo de cara e é algo muito bom”, comentou Baptista.

O piloto acredita que tomou a decisão certa em correr na Europa este ano e diz que o nível e diversidade dos pilotos na categoria chamam a atenção. Apesar disso, reconhece a importância de sua temporada no Brasil em 2014. “Ter corrido de F-3 no Brasil, mesmo com um carro mais antigo, me deu uma base que tem sido fundamental para trabalhar com os engenheiros na Europa. Foi uma boa preparação para correr este ano num nível mais forte”, explicou.

O foco agora é a reta final da temporada e a briga por seu primeiro título internacional. Após Monza, onde o piloto nunca andou, a decisão será em Barcelona (Esp), no dia 1º de novembro, pista onde Baptista fez sua pré-temporada.

“Minhas expectativas para a decisão são as melhores possíveis. A cada corrida, a equipe está crescendo, desenvolvendo mais o carro e eu aprendendo mais e ficando mais confiante. Temos de manter o foco e trabalhar para não errar e conseguir extrair o melhor do carro”, completou o jovem piloto.

Os treinos para a etapa de Monza começam na quinta-feira da próxima semana (1). No sábado (3), acontece uma das corridas e no domingo (4) a prova que encerra a rodada.

Deixe uma resposta

Top