Você está aqui
Home > Outras categorias > F-E: Bruno Senna elogia pista, mas areia preocupa em Punta del Este

F-E: Bruno Senna elogia pista, mas areia preocupa em Punta del Este

Foto: Shivraj Gohil
Foto: Shivraj Gohil

Depois da abertura da temporada na Ásia, com provas na China e na Malásia, a Fórmula E inaugura neste sábado a fase sul-americana com o E-Prix de Punta del Este, no Uruguai – Buenos Aires, a próxima escala, hospedará o mundial de carros elétricos em fevereiro. A pista, localizada à beira do mar de um dos mais sofisticados balneários do continente, é uma das preferidas dos pilotos, mas a presença permanente da areia levada pelo vento constante da região é uma preocupação a cada volta.

“O traçado de alta velocidade, com alguns trechos muito rápidos, é bastante desafiador. Os boxes ficam encostados na praia, um lugar legal para se ficar quando não se está dentro do carro. A questão é que a aderência do asfalto muda a todo momento, trazendo perda ou ganho de tempo”, analisa Bruno Senna.

Em seu segundo ano pela Mahindra, que na atual temporada passou a contar com a retaguarda técnica da Campos Racing, Bruno terá um novo companheiro de equipe no fim de semana. O inglês Oliver Rowland, campeão da Fórmula Renault 3.5, substitui o alemão Nick Heidfeld, em recuperação de cirurgia no punho esquerdo, determinada pelos médicos depois do acidente na recente etapa de Putrajaya.

“O cara ganhou oito corridas na Fórmula Renault 3.5. Mereceu a escolha. Vou procurar ajudá-lo a se adaptar mais rapidamente à tecnologia da Fórmula E. Tenho certeza que ele curtirá a experiência.”

Bruno vem de um 5º lugar na Malásia. Depois de duas etapas, ocupa a 8ª colocação com 10 pontos – Lucas di Grassi, com 43, lidera a briga dos pilotos. A Mahindra está na terceira posição de equipes. Embora o campeonato ainda esteja em seus momentos iniciais, Bruno já sente uma clara evolução em relação à temporada anterior.

“Neste ano temos um carro e um acerto que nos permite lutar lá na frente. Tanto que na Malásia vim lá de trás e também soube aproveitar os problemas dos outros. Tudo isso me dá a certeza que temos uma bela combinação de confiabilidade e ritmo de corrida. Dentro da normalidade, acho que vamos conseguir aproveitar bem esse potencial”, finalizou.

Deixe uma resposta

Top