Você está aqui
Home > Destaques > F1: Ericsson admite que não tem muita amizade com Nasr

F1: Ericsson admite que não tem muita amizade com Nasr

Foto: Sauber
Foto: Sauber

Em declaração ao site “Autosport”, o sueco Marcus Ericsson admitiu que não tem muita amizade com o seu companheiro de equipe Sauber, o brasileiro Felipe Nasr.

“Disputar nossa primeira temporada foi um pouco desconhecido porque eu e Felipe tivemos um pouco de história na GP2. Tivemos algumas batalhas duras e talvez não sejamos os melhores amigos, mas, para ser honesto, trabalhamos bem juntos”, afirmou.

“Não somos os melhores amigos. Mas o que nós fazemos bem é que podemos discutir as coisas e nós usualmente fazemos isso para o time. Isso é importante, especialmente numa equipe pequena, onde não existe recursos para implementar coisas no carro”, prosseguiu.

Ericsson relembrou o fato acotencido no GP dos Estados Unidos no ano passado, quando ambos tocaram durante a prova. “Em Austin, tivemos nosso primeiro desentendimento, mas depois da corrida, conversamos e decidimos que estaremos mudando essa filosofia e por agora estamos 100% bem”, garantiu Ericsson.

Por fim, o sueco ficou feliz com a permanência do brasileiro: “Estou feliz que ele permanecerá na equipe e nós poderemos continuar trabalhando juntos no ano que vem”, finalizou.

Deixe uma resposta

Top