Você está aqui
Home > Destaques > F1: Paciência de Fernando Alonso está chegando no limite

F1: Paciência de Fernando Alonso está chegando no limite

Foto: McLaren
Foto: McLaren

Parece que a paciência de Fernando Alonso está chegando no limite. Ao contrário do baixo desempenho da parceria McLaren-Honda, o espanhol admitiu que a Fórmula 1 está decepcionando devido as atuais regras do esporte.

“A Fórmula 1 não é mais a mesma ou animadora como era no passado. Neste momento, o que me segura é a parceria com a minha equipe. Meu primeiro kart foi uma réplica da McLaren-Honda, agora estou aproveitando esse processo de nos tornarmos competitivos começando do zero”, afirmou bicampeão.

“Sem testes, com esses pneus, com toda essas limitações, existe uma tentação para buscar outras categorias”, destacou o espanhol. “A Fórmula 1 era bem mais divertida antes. Tínhamos mais liberdade em termos de melhorar o carro. Você notava que o carro não era competitivo nas primeiras corridas da temporada, então encontrava algumas soluções e talvez ficava competitivo. Hoje em dia só dá pra observar a Mercedes ganhar todas, a Manor sendo a última e nada pode ser mudado”, prosseguiu.

No treino classificatório, aconteceu uma cena inusitada. O espanhol viu sua McLaren apagar próximo da entrada dos boxes durante o Q2, e tentou empurrar o carro sozinho até o pit, até receber ajuda dos fiscais para retornar a sessão, porém de acordo com o regulamento da categoria, caso o piloto não leve o carro guiando, o mesmo é desclassificado.

“Amo muito a Fórmula 1. Não importa se você é o último ou pole, você quer pilotar o carro e aproveitar. Quando cheguei no pit e minha equipe comentou que não era possível retornar devido as regras, teria estacionado o carro antes”, finalizou.

Deixe uma resposta

Top