Você está aqui
Home > Fórmula 1 > F1: Presidente da FOM volta a criticar as montadoras da F1

F1: Presidente da FOM volta a criticar as montadoras da F1

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Bernie Ecclestone, presidente da Formula One Management (FOM), voltou a fazer duras críticas com as montadoras da categoria. Em declaração ao “Daily Mail”, o dirigente comentou: “Não gastaria meu dinheiro para levar minha família para assistir a uma corrida de Fórmula 1”

“Você sabe muito bem que Lewis Hamilton provavelmente sairá na pole, provavelmente vai ganhar a corrida e a outra Mercedes vai estar no pódio”, ironizou o chefão. “Estamos parecendo um cartel, e os cartéis são ilegais. Estamos executando algo que é ilegal e acima de tudo não é competitivo”, prosseguiu o dirigente.

Ecclestone aproveitou para criticar o presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), o francês, Jean Todt. “Ele está fazendo um ótimo trabalho pela segurança rodoviária. Mas seu interesse na Fórmula 1 é puramente resultado de ser presidente da FIA. Ele não parece fazer nada, disparou.

“Ele deveria continuar com as outras coisas, mas a responsabilidade da Fórmula 1 ele deveria conceder a alguém”, finalizou.

Deixe uma resposta

Top