Você está aqui
Home > Destaques > G. Raucci disputa F-4 Italiana em 2016 com nova equipe

G. Raucci disputa F-4 Italiana em 2016 com nova equipe

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O piloto Giuliano Raucci será mais uma vez um dos principais representantes da nova geração do automobilismo brasileiro nas competições de fórmula no exterior. O paulista de 16 anos assinou contrato com a equipe Diegi Motorsport para correr a temporada completa de 2016 da F-4 Italiana.

Em 2015, Raucci fez seu ano de estreia em monopostos após conquistar diversos títulos paulistas e brasileiros no kart. A temporada também foi a primeira nas competições de fórmula na Europa, onde já havia disputado campeonatos de kart como o WSK, CIK FIA e Mundial de Kart.

“Tive a oportunidade de acompanhar o bom trabalho que o Giuliano (Raucci) fez em seu primeiro ano em monopostos aqui na Europa e tenho certeza de que com nossa estrutura e experiência na Diegi Motorsport ele terá plena condições de brigar pelas primeiras colocações em toda temporada da F-4 Italiana”, diz Matteo di Persi, chefe da equipe italiana.

O contato com a nova equipe empolgou Raucci, que foi um dos destaques nos testes de pré-temporada disputados nas últimas semanas em circuitos que fazem parte do calendário 2016, como Monza, Misano, Ímola e Mugello. Ao todo, foram oito dia de treinos com a Diegi Motorsport.

“Mesmo sem andar há um mês, consegui já um rápido entrosamento com o time e andamos na frente em todas as pistas. Ficamos no top-3 e top-5 em todas as sessões. Confio muito no trabalho do Umberto (Visentini, engenheiro) e do Matteo (di Persi, chefe de equipe) para que eu possa lutar pelas primeiras colocações neste meu segundo ano na F-4 Italiana”, diz Raucci, que corre com patrocínio de Dolly Guaraná, TW Steel Watches, Ferramentas Beta, Carnes del Sur, Everlast, Bell Helmets, Queijos Tirolez e Canil Romão D’Italia.

O brasileiro destacou o importante aprendizado em seu ano de transição do kartismo para os monopostos, fazendo desta temporada uma das mais importantes de sua carreira. A F-4 Italiana é hoje uma das principais categorias da base do automobilismo europeu, reunindo mais de 30 pilotos de 19 nacionalidades diferentes.

Em 2015, o brasileiro largou entre os cinco melhores do grid em cinco das seis pistas do calendário, mostrando rápida adaptação às todas as pistas na qual era estreante. Ao todo, foram 7 top-5 no grid, em circuitos como Vallelunga, Monza, Adria, Mugello (duas vezes) e Ímola (duas ocasiões, sendo uma delas na primeira fila. Nas corridas, o piloto brasileiro somou 9 resultados top-10, 2 top-5 e 1 melhor volta (Ímola).

Deixe uma resposta

Top