Você está aqui
Home > Outras categorias > In loco – MB Challenge: Cinco pilotos chegam a Campo Grande na disputa direta pelo título

In loco – MB Challenge: Cinco pilotos chegam a Campo Grande na disputa direta pelo título

Foto: Fábio Davini
Foto: Fábio Davini

A sexta etapa da disputa pelo título do Mercedes-Benz Challenge na categoria C 250 Cup – marcada para o próximo domingo (13) em Campo Grande (MS) -, será decisiva para as pretensões dos cinco pilotos mais bem colocados na classificação geral do campeonato.

Com 20 pontos em jogo, a corrida de número seis do calendário pode aumentar a vantagem da dupla líder da competição – formada pelos gaúchos Luiz Sena Jr. e Cleiton Campos -, ou acirrar ainda mais a disputa pelo título. Isso porque são exatamente 20 pontos que separam os líderes do atual quinto colocado na classificação, o paulista Marcio Basso.

Competitividade, aliás, tem sido a marca registrada da temporada de 2015 da C 250 Cup. Desde o início do ano, a liderança da categoria mudou de mãos em três oportunidades. E não há quem arrisque um palpite certeiro sobre quem terminará como campeão.

O campeonato teve início com a dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk na ponta, em razão da vitória obtida na primeira etapa, realizada em Goiânia (GO). Após a segunda prova do ano, foi a vez de Marcio Basso assumir a liderança, correndo em casa nas ruas de Ribeirão Preto (SP). Ganhador da terceira prova do calendário, Betinho Sartório assumiu a primeira colocação após a rodada de Curitiba (PR), e só foi superado pela dupla Sena/Campos duas corridas depois.

Os gaúchos venceram em casa a etapa de Santa Cruz do Sul (RS), mas só passaram a ocupar o primeiro lugar na tabela após a segunda posição obtida no retorno da categoria à capital de Goiás. Todos estes nomes integram, hoje, o grupo de candidatos ao título.

De volta ao clube ¬- Com duas vitórias em cinco corridas disputadas neste ano, o paulista Peter Michel Gottschalk renasceu na disputa pelo campeonato após a quinta corrida do ano, realizada em Goiânia. Depois de dois abandonos, ele voltou a vencer e alcançou 62 pontos na tabela – um número que o deixa a apenas doze pontos dos líderes. Esta havia sido, justamente, a menor desvantagem de Peter em relação aos líderes do torneio neste ano, obtida justamente após sua vitória na etapa de Ribeirão Preto.

“Consegui me recuperar em Goiânia, onde conquistei um resultado importantíssimo. Meu objetivo é o título e fiquei um pouco menos distante com a última vitória. Faltam três corridas para a decisão do campeonato e vou procurar manter a cabeça tranquila para chegar ao resultado que tanto quero”, declarou Gottschalk.

Deixe uma resposta

Top