Você está aqui
Home > Outras categorias > Rally dos Sertões: Em terras paranaenses, Top Rally está bem próxima de conquistar o título

Rally dos Sertões: Em terras paranaenses, Top Rally está bem próxima de conquistar o título

Foto: Gustavo Epifanio
Foto: Gustavo Epifanio

Com a proximidade do fim do Rally dos Sertões, o número de participantes diminuiu por conta de quebras mecânicas e de alguns acidentes. De 115 veículos, agora restam 99. Não é nada fácil percorrer milhares de quilômetros por estradas off-road em alta velocidade; é preciso saber como superar todas as “armadilhas” que surgirem pelo caminho. Até o final da sexta etapa – realizada nesta sexta-feira, entre Euclides da Cunha Paulista (SP) e Umuarama (PR) -, foram percorridos 2.559 quilômetros… Restam apenas, 346 quilômetros.

Lembrando ainda que, o que está difícil pode ficar ainda pior, pois nesta quinta e sexta-feira, os competidores enfrentaram a Etapa Maratona, e, de tão complicada, terminá-la é o principal objetivo – nesta fase, os veículos passam um dia sem receber reparos mecânicos. Ou seja, os participantes fazem duas etapas com as máquinas nas mesmas condições, por isso, preservar o equipamento é sempre a estratégia mais inteligente a ser tomada.

O piloto Thiago Rizzo e o navegador Ivo Mayer, da Top Rally Team, mesmo após a quebra de um para-brisa, perduraram e garantiram a terceira colocação do dia, com o tempo de 2h21min07s. Após a disputa, eles asseguraram a primeira colocação no ranking geral da categoria Super Production, com vantagem de 13min sobre os segundo colocados, o piloto Marco Lana e o navegador Leonardo Silva.

Após a travessia de balsa que levou os competidores para o Paraná (Estado estreante no roteiro da competição), os participantes adentraram regiões de canaviais (onde 80% do percurso aconteceu). O roteiro foi sinuoso, com piso arenoso que levantou um poeirão vermelho, além das estradas estreitas, repletas de lombas. “Hoje a prova foi muita travada e exigiu bastante da navegação. Atenção redobrada o tempo todo para não perder entradas ou confundir o caminho. Mas nos saímos bem e terminamos o dia sem maiores problemas”, comentou Rizzo.

E neste sábado, a sétima e última etapa do 23º Rally dos Sertões continuará dentro do estado paranaense, e a caravana partirá de Umuarama rumo a Foz do Iguaçu. Serão 346 quilômetros até a Hidrelétrica de Itaipu – sendo 121 quilômetros de especiais, que de acordo com a organização, será o trecho mais rápido de todo o certame. “Nossa estratégia está dando certo, que é poupar o carro e administrar bem o resultado. Então, seguiremos desta mesma forma, confiantes de que levaremos o título para casa”, falou Mayer.

Deixe uma resposta

Top