Você está aqui
Home > Outras categorias > Rally Transcatarina: Com muita chuva e terreno liso, prólogo antecipou emoções

Rally Transcatarina: Com muita chuva e terreno liso, prólogo antecipou emoções

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Controlar o carro em um chão com lama e bastante liso é uma tarefa bem difícil… Principalmente quando é preciso obedecer às médias de velocidade impostas por uma competição. Com chuva então… Nem se fala! Mas o que pode ser complicado para alguns, para outros é a mais pura diversão… E desta forma, deu-se início a mais um Rally Transcatarina.

Na tarde desta última quarta-feira, foram percorridos os primeiros quilômetros dos 830 quilômetros que estão por vir. Entre Fraiburgo e Jaraguá do Sul, SC, as mais de 180 duplas disputarão “segundo a segundo” o título do certame, que terá como cidades sedes Timbó Grande, Canoinhas, Major Vieira, Rio Negrinho e Corupá. As categorias existentes são Máster, Graduado, Turismo, Jeep, Passeio e Adventure.

O prólogo – tomada de tempo que definiu a ordem de largada para a primeira etapa – teve 10 quilômetros e percorreu estradas de terra de um pomar de maçã. Nada mais proposital, uma vez que Fraiburgo é conhecida como a Terra da Maçã.

Por conta da chuva ininterrupta desde ontem, 14, o terreno estava bastante liso, exigindo muita habilidade e concentração dos competidores, fazendo com que a pilotagem e a navegação fossem ainda mais precisas. Manter o veículo dentro do curso do caminho foi complicado. Porém, sabe-se que o prólogo não vale ponto, por isso, cada equipe tem uma estratégia diferenciada.

E quem abre o trecho cronometrado na Máster são Marcos Bezerra e Ronaldo dos Santos, que já mostraram que não tem piso liso que “os segurem”. Na sequência ficaram Acyr Hideki e Renan Medeiros, seguidos por Marcelo Rorig e Roberto Spessatto. “Para amanhã esperamos mais um dia com muita chuva e lama, e, depois deste desafio, sabemos que não será fácil vencer essa competição. Mas continuaremos com a mesma ‘pegada’ em busca do pódio”, contou Bezerra.

Pela Graduado, Dorivaldo Muller e Bianca Ruckl cravaram a melhor pontuação no prólogo. Na segunda posição ficaram Rafael Cabongue e Neto Andrade, e em terceiro Juares Lacerda e Paulo de Oliveira. “Deu tudo certo, o prólogo foi mais curto do que estamos acostumados, mas também foi desafiador. Esse saldo positivo nos deixa mais confiantes para os próximos dias”, falou Muller.

Reginaldo da Silva e Maurício Gonçalves conquistaram a primeira colocação na ordem de largada da categoria Turismo. Logo atrás virão Matias Grazziotin e Luciano Peruffo, e Orli Katzer e Gustavo Katzer, em segundo e terceiro lugares, respectivamente. “Apesar da chuva que deixou o piso escorregadio, a prova foi segura. Esse foi um excelente começo para nós e, agora, a motivação para vencer é ainda maior”, disse Silva.

E pela Jeep, Kassiano Kerber e Francisco Sette são os primeiros a colocarem o “velho guerreiro” na trilha. “As médias de velocidade estavam mais justas que o habitual e tivemos que ter cautela e poupar equipamento para evitar quebras. Estamos entusiasmados com o que ainda encontraremos pela frente”, declarou Sette. E eles não estão sozinhos, atrás deles virão Guilherme Melere e Felipe Fuentefria em segundo, e Aroldo Nery e Fabio Zagonel em terceiro.

Deixe uma resposta

Top