Você está aqui
Home > Outras categorias > Sérgio Sette Câmara representa o Brasil no GP de Macau de F3

Sérgio Sette Câmara representa o Brasil no GP de Macau de F3

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Neste fim de semana a ilha de Macau, no extremo oriente da China, recebe pela 62ª vez o GP de Macau de F3. Cerca de 30 pilotos de todas as partes do mundo estão na prova que é uma das mais tradicionais do mundo. O piloto Sérgio Sette Câmara, de Belo Horizonte, será o único piloto brasileiro na competição que, por várias vezes, já foi vencida pelos pilotos que chegaram à Fórmula-1.

A prova de Macau tornou-se tradicional por ser disputada sempre ao final da temporada, em evento único, sempre após a finalização dos principais Campeonatos da Europa. Apesar de ser um traçado não permanente, a pista apresenta algumas características muito particulares como uma grande reta, bem larga, onde os carros estão chegando a quase 250 km/h.

Por outro lado, em outra parte do circuito, uma sequência de curvas bem fechadas onde os pilotos são obrigados a contornar em primeira marcha. Participam da competição as principais equipes da Europa e da Ásia e pilotos de todo o planeta.

O formato da competição também é bastante peculiar. As atividades começaram na quinta-feira, com o primeiro treino livre e, na sequência, já foi realizada a primeira tomada de tempos. Nesta ocasião, após pegar a parte suja da pista, Sette Câmara acabou escapando em uma freada e não conseguiu estabelecer uma boa marca.

Na segunda sessão classificatória Serginho conseguiu encaixar uma volta bem veloz e, com a marca de 2m11s721 se garantiu na quarta fila para o grid de largada da corrida classificatória. Esta prova será disputada nesse sábado e o seu resultado será a base para a formação do grid de largada da corrida final, que terá a duração de uma hora.

“Esta é a minha segunda oportunidade em circuitos de rua. No começo do ano corri em Pau, na França, mas aqui é muito diferente. A pista tem mais de 6 km de extensão, muito suja e tem trechos muito velozes e outros muito travados. A parede todo momento ao seu lado é um desafio a mais. Na primeira sessão classificatória em estava em nono quando escapei. Mas, nessa segunda classificatória, já com o traçado bem mais limpo, consegui fazer uma volta boa e fiquei entre os oito primeiros. Vou largar pela parte limpa do circuito nesta prova classificatória e, no domingo, tenho como objetivo buscar um lugar no pódio. Seria sensacional para o meu ano de estreia aqui”, declarou o brasileiro.

Deixe uma resposta

Top