Você está aqui
Home > Stock Car > Stock Car: Bia Figueiredo segue na Bassani e anuncia Beto Monteiro na Corrida de Duplas

Stock Car: Bia Figueiredo segue na Bassani e anuncia Beto Monteiro na Corrida de Duplas

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Única mulher entre os mais de trinta pilotos que disputam a principal categoria do automobilismo brasileiro, Bia Figueiredo renovou com a Bassani e no próximo dia 6 vai alinhar no grid da corrida de abertura da Stock Car, pelo terceiro ano consecutivo.

“Pelo sexto ano consecutivo conto com o apoio de um grande patrocinador, com quem tenho grande identificação. A equipe cresceu, fez investimentos importantes em engenharia, enfim, estou muito feliz e motivada para disputar minha terceira temporada nessa categoria ultracompetitiva que é a Stock Car”, disse Bia.

Bia Figueiredo foi primeira mulher a vencer na Fórmula Renault e na Indy Lights, e a única brasileira a disputar uma das categorias top do automobilismo mundial, a Fórmula Indy. Nas primeiras provas de 2016, o Peugeot número 3 vai levar a marca ConectCar, o TAG dos Postos Ipiranga que abre cancelas de pedágios e estacionamentos.

“A Bia só tem a evoluir dando continuidade ao trabalho que iniciamos ano passado. Ela é extremamente profissional, tem muita experiência em acertar carros, está cada vez mais à vontade no stock car e nossa equipe teve um ganho de engenharia, com a entrada de novos profissionais. Vamos pra cima esse ano”, diz Eduardo Bassani, chefe da equipe.

Parceiro arretado – Duas vezes campeão da Fórmula Truck (2004 e 2013) Beto Monteiro será companheiro de Bia Figueiredo na Corrida de Duplas que abre a temporada 2016 da Stock Car no próximo dia 6 em Curitiba (PR). O pernambucano, que antes dos caminhões pilotou kart e Fórmula 3, também tem experiência com stock cars.

“Além de ser um piloto muito rápido em qualquer coisa com motor e quatro rodas, o Beto é um cara que sabe trabalhar em equipe, o que é fundamental para um bom resultado nesse tipo de prova”, diz Bia.

Beto Monteiro comentou a respeito: “Sempre acompanhei a carreira da Bia e tenho uma admiração muito grande por ela. Às vezes a gente se cruza nas corridas de kart de fim de ano, e ficamos amigos. Estou muito honrado com o convite para ser parceiro da Bia, e chego mais adaptado ao carro que em 2015, sem dúvida”.

Deixe uma resposta

Top