Você está aqui
Home > Outras categorias > Suzuki animada com a segunda participação no Rally dos Sertões

Suzuki animada com a segunda participação no Rally dos Sertões

Foto: Victor Eleuterio
Foto: Victor Eleuterio

Pela segunda vez seguida, o Suzuki Jimny marca presença em um dos maiores desafios off-road do mundo: a 23ª. edição do Rally dos Sertões. O principal objetivo da marca é usar a prova como laboratório de testes, visando o desenvolvimento de uma nova versão do Jimny, o SUV compacto da marca, para uso esportivo off-road.

A prova larga dia 1/8, em Goiânia (GO), para um percurso de 2.917 quilômetros, sendo 1.487 de trechos cronometrados (especiais), em trilhas e estradas que atravessarão os estados de Goiás, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná. A chegada acontece dia 8/8 em Foz do Iguaçu (PR).

“Importante destacar que não estamos indo para o Sertões em busca de resultados. Nosso principal foco é trabalhar no desenvolvimento de uma nova versão do Jimny e essa prova é o laboratório perfeito para realizarmos vários testes visando aprimorar essa versão para o uso esportivo off-road, como ralis de velocidade, regularidade e aventuras radicais”, destaca Luiz Rosenfeld, presidente da Suzuki Veículos do Brasil.

Desde o ano passado, quando o Jimny estreou na prova, o carro passou por grande evolução técnica. “Foi desenvolvida nova geometria de suspensão com incremento de 78% no curso de compressão na dianteira e 61% na traseira. O importante é que essa evolução representa um ganho muito significativo no curso de compressão da suspensão mantendo o mesmo centro de gravidade”, explica Renato Pereira, gerente de engenharia da Suzuki, que acompanha diariamente o desenvolvimento da versão do Jimny para uso esportivo off road.

Para a competição, o Jimny ganhou também barra estabilizadora regulável na traseira, freio a disco nas quatro rodas com balança reguladora de pressão dianteira / traseira. “O desenvolvimento incluiu amortecedores reguláveis de competição, sendo duas opções JRZ ou Ohlins com garrafas de nitrogênio remotas, molas principais e auxiliares ‘tender’ da marca Eibach. Além disso, foram desenvolvidos componentes e reforços especiais para suportar cargas e acelerações extremas com extenso trabalho de engenharia e modelagem, e simulações de distribuição de tensões e cargas nos componentes de chassi e suspensão”, destaca Renato Pereira.

Para garantir a segurança, foram desenvolvidos diversos componentes em conformidade com as normas FIA. “Os pneus Pirelli Scorpion MTR receberam reforços estruturais e composto especial para a competição. Estamos levando três combinações diferentes para serem testadas em diversas condições de piso e traçado”, comenta Pereira.

Deixe uma resposta

Top